5 de abril de 2008

A Astrologia explicada por Kryon


(...)


Deixe me voltar ao sistema planetário por um instante e explicar algumas coisas que não expliquei anteriormente com mais clareza. Há pessoas lendo e ouvindo esta mensagem que dirão, "Bem, eu acredito em muitas coisas, até mesmo nesta canalização, mas é muito difícil para mim acreditar que movimentos planetários afetam minha vida. Também parece que tudo o que é espiritual é invisível, e isto não torna as coisas mais fáceis de se acreditar." Será realmente invisível? Eu explicarei como isto funciona, e usarei a física, depois vocês poderão decidir.
Vamos começar com o magnetismo e a gravidade. Estas são duas forças profundamente interdimensionais muito pouco conhecidas na Terra. Elas apenas são conhecidas pela ciência dentro de um contexto do que é observado e depois construído ao redor destas observações. Quase tudo que a ciência faz com o magnetismo e a gravidade são simplesmente invenções ao redor de uma força conhecida. Uma verdadeira compreensão delas permitiria que estas forças fossem manipuladas e controladas. Nada como isto jamais aconteceu com nenhuma delas, e não ocorrerá até que "os motores da matemática interdimensional" sejam concebidos e construídos.
Deixe-me dizer lhes algo que nunca disse antes. Estas duas forças existem como parceiras; elas precisam existir juntas e são partes uma da outra. Ninguém realmente definiu a gravidade. Isto é muito difícil porque ela é interdimensional. Vocês precisariam compreender o escape de tempo (o posicionamento de tempo da qual a gravidade depende) para entender completamente o que é a gravidade. Gravidade é a resposta à matéria em uma estrutura de tempo. Isto é tudo o que ela é. Tem menos a ver com matéria e mais a ver com o tempo do que você percebe. O magnetismo è seu parceiro, e ambos são parte das peças de uma cena interdimensional maior, mas que é uma onda da existência do Universo.
Vamos discutir astronomia e astrologia apenas por um momento, pois elas têm um efeito físico sobre sua consciência, e não são forças mitológicas misteriosas apenas compreensíveis por certos indivíduos que usam cristais e um monte de velas (humor de Kryon). O Sol é o fulcro do sistema solar. Sistemas solares são os tijolos que compõem as galáxias. As galáxias são os tijolos de um sistema de Universo. Para a Terra, o sistema solar é a força gravitacional e magnética mais próxima a afetá-la. Por muitos anos nós temos tentado explicar como a grade magnética do planeta "fala" com o seu DNA. Agora até mesmo a sua ciência admite que a estrutura celular humana responde a mensagens magnéticas. Por que parar aí? Deixe-me dizer lhes como funciona a astrologia, pois o princípio é o mesmo.
Se você fosse o Sol e pudesse imaginar por um momento que tivesse estas crianças planetárias andando ao seu redor, perceberia que toda vez que elas o orbitam, a cada momento do dia, a cada posição em que estão, elas te dão um puxão. Isto é a gravidade. Estas crianças são exigentes, e elas te afetam com os puxões que lhe dão. Como um grupo de crianças de verdade, elas podem até mesmo afetar sua personalidade enquanto puxam, puxam e puxam.
Agora existe algo que não discutimos com ninguém, pois é um aspecto interdimensional difícil de descrever: Seu Sol carrega um atributo ao qual chamaremos padronização gravitacional magnética. Pense nisso como a energia das "crianças planetárias" puxando o seu pai Sol. Enquanto os planetas puxam este fulcro (o Sol), ele se padronizada interdimensionalmente através da gravidade e do magnetismo. A cada momento de sua existência, o Sol tem uma padronização interdimensional diferente baseada no que os planetas apresentam a ele na forma de força gravitacional. Os retrógrados apresentam uma padronização completamente diferente quando não estão presentes. O Sol responde até mesmo àqueles pequenos objetos aos quais vocês nem mesmo chamam planetas, alguns dos quais vocês ainda nem catalogaram. É complexo, mas muito real. É física, e não há nenhuma mitologia ao redor disso, nem mesmo velas (sorriso de Kryon).
Agora mesmo, como é normal, o Sol está sendo empurrado e puxado pelos corpos ao redor dele (planetas), e está sendo padronizado de uma forma interdimensional. É uma padronização gravitacional/magnética. Este padrão é então transmitido pelo que vocês conhecem como o vento solar, uma energia que é naturalmente soprada para fora do Sol para todos planetas e além deles. Este vento solar é o que podem ver na aurora boreal enquanto ele literalmente se encontra com o campo magnético da Terra e entrega energia para esta grade do planeta através de um processo chamado indutância. Você diz que não é tão invisível assim? Vá e dê uma olhada. Pense nisso, se assim desejar, como uma transmissão de rádio. A padronização magnética e gravitacional do Sol é uma mensagem que é transmitida pelo vento solar para a grade magnética. Para onde você acha que vai esta mensagem?
Tem sido o ensinamento de Kryon por mais de 15 anos que o magnetismo deste planeta é uma força interdimensional que afeta o DNA humano. Esta é a conexão entre o mestre magnético e sua realidade. Portanto, visualize como tudo isto funciona: Seu sistema solar movendo-se ao redor de seu Sol cria um padrão magnético e gravitacional que é então transmitido para a Terra. Ela é transmitida e “vista” pela sua grade magnética, e então se dirige diretamente para o seu DNA. Isto é astrologia. É a mais antiga ciência no planeta, e baseada em elevados conceitos que não são nem mesmo compreendidos pela ciência moderna.
Ainda há aqueles que dizem, "Bem, esta é uma boa explicação, Kryon, mas, eu ainda não acredito nela. Ainda é invisível. Mecanismos planetários afetando a consciência humana é ainda uma forçada da lógica." Tudo bem, então deixe me lhe dar algo que é invisível, no entanto profundamente visível em sua realidade. Se você é alguém que duvida que tal coisa seja possível, então deixe nos falar sobre a gravidade e magnetismo que está mais próximo de vocês, ao qual chamam a Lua. Cético, vamos colocar isto em sua realidade por um momento. Não procure por uma revista metafísica - não vá a uma canalização. Ao contrário, para uma prova positiva do efeito do magnetismo/gravidade sobre a sua própria estrutura celular e a sua consciência, vá para a sala de emergência de qualquer hospital e pergunte o sobre a Lua cheia. Vá para suas delegacias de polícia e pergunte os sobre o efeito da Lua cheia em sua sociedade. Nenhuma destas instituições é tendenciosa com relação à astrologia, no entanto eles lhe dirão que escalam uma equipe extra para a Lua cheia.! Isto não faz sentido, faz? Vá adiante e pergunte a eles: "Você quer dizer que o efeito de um objeto planetário ao redor da Terra cria uma diferença no comportamento humano?" A resposta é sim. Eles podem não acreditar na astrologia, mas vão pedir por auxílio extra quando a lua estiver cheia. Que tal isto como prova de algo que está acontecendo?!
Como percebe, é muito real! Gravidade e magnetismo, até mesmo vindo da Lua que está ao redor deste planeta, afeta vocês. Também é por isso que a Lua precisa ser levada em consideração em todo o esquema astrológico. Ela é uma participante direta na mudança da energia que também é dada pelo Sol.
A astrologia não é um aspecto controlador da vida. É um aspecto posicionador. Isto é muito diferente. Quando você se senta em um sofá, ele se posiciona com relação ao seu peso e então se molda ao seu redor. Quando se senta nele, você pode dizer que você e o sofá estão juntos em cooperação durante aqueles momentos em que se senta. Através de um acordo, você confia no sofá. Através de um acordo, ele suporta seu peso. Isto é posicionamento. Não é controle, pois você pode deixar o sofá a qualquer momento que desejar ou pode até mesmo reajustar sua posição ou sentar-se em outro sofá. Alinhamentos planetários são da mesma forma. Eles não são controladores, mas um posicionamento de energia pessoal. A astrologia é assim. Ela oferece um posicionamento inicial para sua vida, e cria diferentes tipos de comportamento humano. Por que isto seria assim? Nós já dissemos isto antes: Que tipo de teste seria este se vocês fossem todos iguais? Vocês não são, se tiverem notado. Há quinze anos atrás em um pequeno livro branco, nós também dissemos que vocês tinham a habilidade e o direito de mudar a forma como os planetas os afetam. Vocês se lembra? Vocês gostariam de começar a conectar estes ensinamentos e ver a grande cena?

(...)

Um comentário:

cecilia disse...

muito interessante